A justiça

A justiça

DACCA33F-F5E8-4945-A36E-89865D6461F0

“… a Justiça continuou e continua a morrer todos os dias. Agora mesmo, neste instante em que vos falo, longe ou aqui ao lado, à porta da nossa casa, alguém a está matando. De cada vez que morre, é como se afinal nunca tivesse existido para aqueles que nela tinham confiado, para aqueles que dela esperavam o que da Justiça todos temos o direito de esperar: justiça, simplesmente justiça. Leia Mais

A Globo e o brado de Luciana Oliveira, a ativista milionária

A Globo e o brado de Luciana Oliveira, a ativista milionária

eu1

 

No Rondônia Dinâmica – O tiro saiu pela culatra. Qual adágio definiria melhor a campanha de “consciência político-social” promovida pela Rede Globo? Que Brasil você quer para o futuro? – questiona a emissora que, embora faça o possível e o impossível para transitar lá e cá com suas pautas liberais falseadas e abordagens de tabus em “programecos” de auditório, é, sabidamente, parte interessada nos negócios escusos travados à penumbra dos maiores encostos de Brasília. Leia Mais

RONDÔNIA: Vídeo de ativista rondoniense atinge 1 milhão de visualizações

RONDÔNIA: Vídeo de ativista rondoniense atinge 1 milhão de visualizações

camp

No Mais RO – Quem pergunta o que quer, pode ouvir a resposta que não quer. A jornalista rondoniense, Luciana Oliveira, mais conhecida no Brasil como ativista contra o golpe de 2016, respondeu à pergunta da Rede Globo com um petardo que estilhaçou o símbolo do plim plim. Leia Mais

CAMPANHA DA GLOBO SAI PELA CULATRA E INTERNAUTAS PEDEM BRASIL SEM GOLPE

CAMPANHA DA GLOBO SAI PELA CULATRA E INTERNAUTAS PEDEM BRASIL SEM GOLPE

camp

247 – Depois de liderar o golpe de 2016, que instalou uma quadrilha no poder e desempregou milhões de brasileiros, a Globo lançou uma campanha pedindo que internautas gravem vídeos dizendo “que Brasil desejam”.

O resultado foi uma avalanche de críticas à emissora. De um lado, a jornalista Luciana Oliveira pediu um “Brasil sem mídia golpista”, que manipule as pessoas em favor da “elite do atraso”. Leia Mais